Motivação e cultura organizacional: dupla de sucesso para a sua empresa

Compartilhe este artigo na sua rede

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pocket
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook

Motivação e cultura organizacional andam de mãos dadas em uma organização. No dia a dia, as crenças e os comportamentos estabelecidos são determinantes para que os colaboradores estejam predispostos a produzirem e a trabalharem em equipe. É o elemento que une a todos e transmite a noção de perseguição de objetivos comuns.

Nesse sentido, o grande desafio para os gestores é fortalecer valores que estejam aptos a incentivarem e engajarem os profissionais. Não basta criar um conjunto arbitrário de regras, é preciso fixar aquilo que, de fato, terá uma influência positiva sobre as pessoas.

Quer entender um pouco mais? A seguir, abordamos os principais pontos dessa relação entre motivação e cultura organizacional, especialmente os benefícios concedidos à sua empresa. Leia este conteúdo e invista nessa ideia!

Qual é a relação entre cultura organizacional e motivação?

Trata-se de um caso clássico em que uma coisa leva a outra. Se, por um lado, uma cultura organizacional forte gera e motiva a execução de seus pilares, sem a necessidade de um acompanhamento próximo do RH, por outro, a capacidade de motivar é um dos critérios para avaliar as crenças e os comportamentos estabelecidos.

Existe, assim, um modelo circular. Os aspectos culturais geram efeitos psicológicos que, à medida que são incentivados, consolidam os valores compartilhados por meio da repetição de comportamentos. Por exemplo, se o grupo tem uma crença limitante, a tendência é que, cada vez mais, as pessoas sigam nessa direção e consolidem esse comportamento, logo, é preciso combatê-la.

Nesse sentido, os gestores de pessoas precisam construir uma cultura forte. Lembre-se de buscar pilares capazes de unir os indivíduos e de reforçar a motivação, criando um clico positivo, o que só será viável com uma análise adequada do clima e das pessoas da organização.

Quais são os benefícios de uma cultura organizacional motivadora?

Se o sistema de valores, crenças e comportamentos estabelecidos afeta diretamente a motivação dos colaboradores, naturalmente, os indicadores de desempenho também sofrerão mudanças. No dia a dia você notará alguns benefícios ao construir uma cultura forte e vitoriosa.

Alinhamento entre os membros da equipe

A cultura organizacional é produto da convergência de comportamentos. Em um grupo, a tendência é que as ações individuais sejam, gradualmente, mais pautadas pelos valores compartilhados. Por isso, ao se desenhar o sistema correto, a empresa criará um alinhamento em prol dos seus objetivos.

Nessa situação, os fins do negócio serão verdadeiras normas reconhecidas pelos membros do grupo. É quando, de fato, os colaboradores executam os pilares da cultura organizacional sem a necessidade de intervenção e monitoramento constante do RH.

Ora, no seu dia a dia, certamente há um conjunto de comportamentos que seriam prontamente rejeitados pela sua equipe, não é mesmo? Algumas ações devem corresponder justamente ao que é negativo ou desagregador, resumidamente, aos elementos de uma cultura tóxica.

Elevação dos índices de produção

A convergência positiva também é responsável por direcionar os esforços para produtividade. Além de motivar os profissionais nas tarefas rotineiras e desgastantes, a força do grupo mantém as energias diante de imprevistos e cria disposição para dar algo a mais. Dessa foram, a cultura organizacional pauta as ações e isso pode significar a busca pelo máximo desempenho.

Consequentemente, aos poucos, os resultados serão qualitativa e quantitativamente superiores. O efeito não se limitará ao número de unidades criadas, mas, principalmente, a atenção e aos cuidados relativos à geração de valor.

Fortalecimento da imagem da companhia

Uma cultura forte significa a criação de uma identidade para a empresa, que será incorporada internamente e reconhecida externamente. O primeiro aspecto corresponde ao surgimento da marca empregadora, ou seja, um lugar visto como especialmente interessante para se trabalhar. Já o segundo, à reputação e à imagem no mercado.

Nesse sentido, os colaboradores serão verdadeiros militantes, divulgando os valores da organização. O que só contribui para a empresa ser um lugar em que as pessoas querem estar e, portanto, se motivam para exercer suas funções.

Feedbacks sinceros

A cultura organizacional motiva uma relação de confiança entre empresa e contratado. Com efeito, uma vez identificado com os valores, o profissional estará mais aberto para conceder feedbacks sinceros e orientados para o benefício do grupo.

Trata-se de um elemento importante para gestão. O negócio, muitas vezes, está submetido a variáveis que dificilmente são compreendidas com uma visão de cima para baixo. Em muitos casos, a inovação surge de reuniões ou pesquisas com quem está na linha de frente, fruto de uma comunicação produtiva.

Redução do turnover

A soma de esforços entre motivação e cultura organizacional também é responsável por reduzir a rotatividade nos quadros da empresa. Isso porque, as principais causas de turnover serão diretamente combatidas, como conflitos internos, insatisfação e falta de identificação com os valores da empresa.

Além disso, as crenças e comportamentos do grupo são determinantes para que o colaborador se adapte ao ambiente e permaneça no serviço. Logo, consolidar uma cultura alheia a comportamentos tóxicos gera resultados nessa área, que se relaciona com o clima organizacional.

Como consolidar uma cultura organizacional motivadora?

Os profissionais de RH e de gestão de pessoas podem tomar providências para direcionar os rumos da cultura organizacional. Na verdade, se você observar as grandes organizações, como Disney, Netflix e Spotify, todas elas consolidaram um conjunto de crenças, valores e comportamentos e criaram uma identidade. Veja como dar os primeiros passos:

  • realizar pesquisas de cultura e clima organizacional;
  • reunir lideranças e obter feedbacks sobre as crenças e comportamentos atuais;
  • definir missão, visão e valores;
  • investir em endomarketing;
  • pensar um sistema de incentivos;
  • utilizar um software para analisar o perfil dos profissionais da empresa.

Para muitas empresas, colocar essas ideais em prática será um grande desafio diante da ausência de conhecimento e experiência. Por isso, o segredo é procurar uma equipe de especialistas que contribua com o know-how necessário. Assim, o negócio fará uma transição tranquila para o alinhamento entre motivação e cultura organizacional.

Se você tem interesse em melhorar esses aspectos, entre em contato com a nossa equipe e conheça nossos serviços de tecnologia e consultoria aplicadas à gestão de pessoas!

Este texto foi produzido por Henrique Dener dos Anjos Rezende, em parceria com a Rock Content.

Não deixe de ler também…

O que é accountability? Saiba quais são seus benefícios
Gestão de Pessoas

O que é accountability? Saiba quais são seus benefícios

Você sabe o que é accountability? Termo de difícil tradução, pode ser entendido como a responsabilidade que cada colaborador deve ter dentro de uma empresa. Esse conceito também engloba o compromisso que cada um tem com o trabalho desenvolvido, e é papel dos gestores delegar responsabilidades de maneira clara e correta com o intuito de

Leia mais »