Você sabe o que é blind hiring? Conheça os benefícios para o recrutamento!

Compartilhe este artigo na sua rede

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pocket
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook

As empresas buscam cada vez mais por métodos que ajudem a fazer uma contratação acertada. Entre as diversas técnicas aplicadas, está o blind hiring, que tem como propósito principal tornar o processo seletivo mais justo, sem a interferência de pré-julgamentos conscientes ou inconscientes.

Mas o que é blind hiring e como implantá-lo? É o que vamos tratar neste post! Aqui, explicaremos o que é, quais as técnicas usadas, seus benefícios, como ele interfere na diversidade das contratações e, finalmente, como implementá-lo! Ficou interessado? Então confira!

O que é blind hiring?

O blind hiring, ou contratação às cegas, é uma técnica que omite qualquer informação que possa influenciar na seleção do profissional.

Dados como idade, gênero, etnia, religião, instituição de formação e orientação sexual não são apresentadas.

Assim, o recrutador faz uma análise apenas das informações relevantes para o cargo, como experiência ou habilidades. Em muitos casos, há a aplicação de testes para identificar a capacidade do candidato de resolver problemas ou solucionar questões que fazem parte da rotina de trabalho na vaga que está sendo disputada.

A intenção do RH ao aplicar o blind hiring é diminuir ao máximo os fatores que podem levar a julgamentos na hora de escolher os próximos funcionários e que não estão ligados à realização do trabalho em si. Muitas vezes, candidatos são prejudicados durante uma seleção por preconceitos carregados pelos recrutadores, o que acaba tornando-a injusta.

Quais as técnicas usadas no blind hiring?

Podemos destacar 3 técnicas principais usadas no blind hiring:

1. Triagem de currículos às cegas

Aplicado na primeira fase da seleção, essa técnica consiste na triagem de currículos sem as informações que possam interferir na escolha.

2. Testes às cegas

A segunda técnica é a aplicação de testes para avaliar as habilidades dos candidatos. Esse teste pode ser a solução de um problema ou o desenvolvimento de um projeto, a depender do tipo de atividade que será desenvolvida.

3. Entrevista às cegas

Fazer uma entrevista às cegas é um enorme desafio. Para essa técnica, pode ser realizada uma sessão de perguntas e respostas anônimas por escrito ou uma entrevista por chat. Usar o telefone para aplicação de uma entrevista às cegas não é recomendado, pois detalhes como a voz e maneira de falar podem influenciar na decisão do recrutador.

Essa técnica não é indicada para atividades em que a desinibição e a facilidade para comunicação são importantes, como pessoas que vão trabalhar com vendas ou atendimento ao cliente.

Quais são os benefícios para o recrutamento?

O blind hiring traz uma série de benefícios no processo de recrutamento e para a empresa. Podemos destacar:

Aumenta a diversidade no ambiente de trabalho

Com o blind hiring, você consegue construir um ambiente laboral marcado pela diversidade, o que promove o surgimento de novas ideias, riqueza de experiências e um abordagem de trabalho não-linear e criativa.

Encontra talentos realmente capacitados

Aplicando essa técnica, é possível encontrar os reais talentos que estão se candidatando para atuar na sua empresa. A exigência pela formação em determinada faculdade, por exemplo, pode aumentar a dificuldade na hora de encontrar um designer criativo ou alguém com espírito empreendedor, por exemplo.

Diminui a ocorrência de preconceitos durante o recrutamento

Uma contratação convencional faz com que o recrutador escolha o próximo funcionário baseado em suas crenças ou gostos pessoais do que é um profissional ideal. Com o blind hiring, a escolha é feita com base nas competências, de maneira muito mais transparente e racional.

Aumenta as contratações de acordo com o fit cultural

O blind hiring é extremamente favorável para empresas que levam em consideração a cultura organizacional na hora de contratar. Com essa técnica, é possível aplicar testes para identificar pessoas que pensem “fora da caixa”, característica necessária para agências de publicidade, por exemplo, sem que a formação universitária influencie nessa decisão.

Como o blind hiring interfere na diversidade das contratações?

Muitas vezes de maneira inconsciente, os recrutadores acabam contratando o mesmo perfil de pessoas para determinados cargos. Eles consideram a idade, o pedigree da faculdade em que o candidato se formou e até mesmo as preferências culturais.

Isso faz com que o corpo de funcionários seja formado pelo mesmo tipo de pessoas. Por carregarem formações e experiências similares, esse quadro acaba contribuindo de maneira irrisória para a inovação na empresa, prejudicando o desenvolvimento de novos produtos e a criação de soluções inéditas.

O melhor ambiente para promover o surgimento de sugestões diferentes é a presença de equipes heterogêneas. Vivências, expectativas e formações distintas levam a novas ideias e discussões construtivas, levando a empresa a um novo patamar.

Para que isso ocorra, a implantação do blind hiring pode fazer toda a diferença. Apenas considerando o que realmente importa para o trabalho, é possível promover um espaço com mais diversidade e que seja, consequentemente, mais criativo e inovador.

Como implementar o blind hiring na empresa?

O primeiro passo para implementar o blind hiring é determinar quais dados devem ser omitidos durante o processo de seleção. Em um cenário ideal, as empresas deveriam manter oculta qualquer informação que não influencie na qualidade do trabalho, deixando apenas as habilidades realmente relevantes.

Após essa definição, estabeleça esses processos na triagem de currículos. Certifique-se que não há brecha para que os responsáveis pelo recrutamento consigam acessar esses dados.

Aplique técnicas ou avaliações que mensurem a capacidade dos candidatos de resolverem um problema. Podem ser testes, provas ou o desenvolvimento de um projeto. O propósito aqui é deixar as habilidades dos profissionais ainda mais evidentes, mantendo ocultos os dados que podem interferir na escolha.

A tecnologia pode exercer um papel importante dentro do blind hiring nas empresas. Com uma boa ferramenta de análise de dados, é possível incluir quais são os aspectos importantes para a realização da função. Assim, são selecionados os perfis das pessoas que correspondem a essas exigências, sem levar em consideração as informações passíveis de preconceito.

Agora que você sabe o que é blind hiring, pode repensar todo o processo de recrutamento da sua empresa e começar a implantar as técnicas envolvidas nas próximas seleções. Os resultados podem ser surpreendentes e impactar de maneira profunda o desenvolvimento da empresa.

Gostou do post? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter e ser notificado sobre novos conteúdos que envolvem recrutamento e gestão de pessoas.

Este texto foi produzido por Lígia Gama, em parceria com a Rock Content.

Não deixe de ler também…

O que é accountability? Saiba quais são seus benefícios
Gestão de Pessoas

O que é accountability? Saiba quais são seus benefícios

Você sabe o que é accountability? Termo de difícil tradução, pode ser entendido como a responsabilidade que cada colaborador deve ter dentro de uma empresa. Esse conceito também engloba o compromisso que cada um tem com o trabalho desenvolvido, e é papel dos gestores delegar responsabilidades de maneira clara e correta com o intuito de

Leia mais »